TERRORISMO NO BRASIL

                                    RATAZANAS EM BRASILIS
 
Em uma terra chamada Brasilis existiam seres que eram eleitos pelos habitantes daquele lugar para buscar o bem comum, a prosperidade de todos, mas, o que eles buscavam e lutavam, de verdade, era por mais dinheiro, poder e notoriedade deles mesmos. Estes eram os roedores, os usurpadores de um lugar que tinha tudo para ser o melhor do mundo, mas que estava bem aquém disso.
Sempre que estavam prestes a colocar um plano em ação eles se reuniam no cenáculo. Ali eles planejavam como engordar os seus bolsos. Foi ali que eles planejaram e conseguiram implementar o grande plano que os levaria a ficarem mais perto dos seus objetivos egoístas.

As ratazanas estavam todas reunidas no cenáculo tramando como seria o grande golpe que por fim subjugaria de uma vez por todas as gentalhas.  Havia anos que elas se reuniam naquele lugar, planejando em como aumentar os seus lucros sem serem descobertos.
– Vamos aumentar os impostos – Gritou uma ratazana entusiasmada.
– Diminuir os salários – Vociferou outra ratazana.
– Diminuir o emprego. – Uivavam outras.
E muitos outros incentivos vinham das ratazanas que estavam espalhadas pelo cenáculo.
– Diminuir a comida.
– Acabar com a água.
– Roubar-lhes as alegrias.
– Entretê-los com aquilo que não é importante. Para esse comentário, houve muitos aplausos e gargalhadas que só foram interrompidas quando o maioral deles caminhou em direção ao microfone e fez sinal com as mãos para que todos ficassem quietos.  
Por fim, depois de tantas considerações, algumas delas bizarras, o líder das ratazanas, o Ratão pediu silêncio para a ratada.
– Terrorismo. – Disse o Ratão com um sorriso de orelha a orelha.
– Vamos colocar medo nas gentalhas. Vamos espalhar o medo por todos os lados da cidade, feito isso, teremos eles em nossas mãos.
– Como? – Perguntou uma ratazana que estava próximo ao Ratão.
– Vamos permitir que a violência se espalhe por todos os cantos da cidade. Vamos deixar que se matem, que se vociferem,  que fiquem com medo, muito medo. Assim eles terão com o que se preocuparem e poderemos colocar nossos planos em ação sem interrupção.
Todas as ratazanas ficaram em pé e aplaudiam o grande líder deles, o senhor Ratão, tamanha era a artimanha desse líder.
– Que sabedoria – Comentavam entre si.
– Magnifico – Diziam outros.
E assim foi decido e realizado até os dias de hoje na terra de Brasilis. A lei não seria alterada, permitindo que criminosos pudessem cometer vários crimes e saírem impunes. As pessoas eram oprimidas por todos os lados, pelos marginais da sociedade que usavam da força bélica, a violência, e pelas ratazanas que deveriam proteger e criar leis para conter esses marginais, mas, que não faziam com a intenção de desviar o foco das pessoas para o que realmente estava acontecendo na terra de Brasilis.
 
                                                        TERRORISMO NO BRASIL
 
Terrorismo é um modo de impor a vontade, feita por um sujeito, uma organização, grupos políticos, entidades religiosas ou o Estado, através do uso sistemático do terror. Ele é praticado, por terroristas, com o objetivo de serem atendidos em suas demandas. Essa violência pode ser física ou psicológica, mas, na maioria das vezes ela é física e vem através de instrumentos de morte fornecidos pelo poderio bélico.  Terrorista é aquele que executa os atos terroristas e aqueles que planejam esses atos.
No Brasil existe terrorismo? Alguns pensando em atos grandes de terror como o ataque as torres gêmeas em New York em Setembro de 2001, dirão: Não.
 No Brasil existe um grupo, ou melhor, vários grupos, que em nome do seu livre comércio, utilizam de violência sem igual, contra brasileiros para impor o seu negócio. A cada ano mais de 50 mil pessoas são assassinadas no Brasil. A maioria dessas mortes acontecem em decorrência de atitudes desses grupos terroristas que querem impor o seu negócio, o seu ideal através da força. Eles querem impor o seu negócio altamente lucrativo das drogas e por isso matam quem estiver atrapalhando a sua expansão. Eles querem ficar ricos através de apropriação ilícita de bens alheios, e por isso ameaçam, castigam, matam. Eles querem notoriedade e poder, e para obter isso, eles passam por cima de que tiver a sua frente atrapalhando a sua empreitada.
Marginais e ratazanas operam livremente no Brasil. Uns agindo pelos becos, outros, utilizando os três maiores poderes do Brasil, agem disfarçados, colocando o terror em milhares de brasileiros que querem um lugar ao Sol.
“Quem poderá nos ajudar?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *