POR QUE É IMPORTANTE ESTUDAR A BÍBLIA?

Por que é importante estudar um livro tão antigo como a Bíblia? Que diferença pode fazer na vida de quem mergulha na busca de conhecer esse texto? O estudo dela é relevante para o ser humano hodierno?

Esses e tantos outros questionamentos são levantados por pessoas que criam objeção ao estudo da Bíblia quando se fala em estudar a Bíblia Sagrada. O fato é que a Bíblia nos dá respostas para as mais diversas questões, De onde viemos? Porque estamos aqui? Qual é a natureza da humanidade? Como chegamos em uma situação difícil? Qual é o nosso futuro? Qualquer literatura que aborda esses tipos de assunto nós consideramos importante, nós consideramos relevante e atual. O mais importante é que esses assuntos são abordados do ponto de vista de Deus, pois foi Ele quem nos criou e nos conhece profundamente. A Bíblia não contém opiniões do ser humano sobre o ser humano e sim a verdade de Deus sobre quem nós realmente somos e como podemos ser plenamente realizados.
Ao permitir que o texto sagrado, a Bíblia, chegasse até nós, Deus não deixou que os seres humanos especulassem a respeito da origem do mundo ou deles mesmos, e também não deixou o ser humano no escuro em relação as mais diversas questões sobre a existência do mundo, a existência do ser humano, a origem do mal, o destino eterno dos seres humanos e tantos outros assuntos pertinentes a nós.
A Bíblia é única fonte absoluta de autoridade Divina que nos informa sobre a mente de Deus, que fala da vontade de Deus para as nossas vidas. Deus nos conduz através da sua Palavra. Ele direciona os seus filhos nesse mundo mediante a sua Palavra, ela nos diz tudo o que precisamos saber e fazer, pois As coisas encobertas pertencem ao Senhor, ao nosso Deus, mas as reveladas pertencem a nós e aos nossos filhos para sempre, para que sigamos todas as palavras desta lei”. (Deuteronômio 29.29) Tudo o que é importante sabermos para vivermos uma vida que agrada a Deus está revelada em sua Palavra.
A Bíblia nos ensina que sem santidade ninguém poderá ver o senhor, Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor”. (Hebreus 12.14) A santidade não vem pela nossa força, por nossa determinação, ela não vem através de engajamento no serviço na igreja, não vem através de projetos que você realiza para Deus, não vem através da ajuda que você dá aos necessitados, a santidade, em última instância, não vem pelo esforço humano. Como a santidade não vem pelo esforço humano se o texto está dizendo que devemos nos esforçar para ser santos? O esforço dos filhos de Deus se dá em meditar na Palavra de Deus, estudar a Palavra de Deus, pois Jesus ao interceder por seus discípulos de todas as eras disse: Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade”. (João 17.17), ou seja, o contato com a Palavra de Deus nem vem “por osmose”, é necessário um esforço de nossa parte em separar tempo para meditação e estudo da Palavra de Deus, pois é ela que nos santifica!
A Palavra de Deus, a Bíblia, é a bussola que nos guia na direção correta. Ela é o GPS que nos conduz pelo caminho certo até que cheguemos ao destino final em segurança. É a Palavra de Deus, a Bíblia, que capacita os filhos de Deus a representarem Deus de maneira correta vivendo uma vida de gratidão através das boas obras.
Paulo ao escrever ao jovem Timóteo disse: Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra”. (2º Timóteo 3.16-17) Vejamos algumas coisas que aprendemos sobre a Palavra de Deus, a Bíblia, nessa declaração de Paulo.
Toda a Escritura é inspirada por Deus…”. Tanto o Antigo Testamento quanto o Novo Testamento, toda a Bíblia, sem exceção, são, de modo miraculoso, a Palavra de Deus. Deus comunicou a sua vontade através de homens inspirados por Ele, Deus não anulou o estilo literário individual do escritor, as palavras usadas pelos escritores foram concedidas pelo Espírito Santo, não foram ditadas, em algumas ocasiões você verá Deus dizendo claramente o que ele quer que seja dito, como por exemplo, em Apocalipse onde o anjo vai mostrando e falando a João o que ele deve escrever, mas na maior parte da Bíblia Deus não utilizou essa maneira, mas soprou em seus servos de maneira miraculosa o que devia ser escrito sem que fosse um ditado e sem que o estilo pessoal de cada escritor, bem como a sua cultura e conhecimentos fossem anulados. O próprio fato de esses autores quererem reunir, através da escrita, tudo o que o Senhor tinha os ensinado, mostra a influência do Espírito Santo em conduzi-los nesse processo, não foi da vontade do home escrever um texto fosse sagrado e que posteriormente seria chamado de a Palavra de Deus, foi o próprio Deus através do seu Espírito que iniciou esse processo como nos fala Pedro: Antes de mais nada, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal, pois jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo”. (2º Pedro 1.20-21) Deus tencionou e concluiu o seu intento de deixar uma direção ao ser humano de como esse poderia, de forma correta, se relacionar com Ele e agradá-lo, e essas instruções estão na Bíblia.
“… útil para o ensino…”. A Bíblia é apta para nos ensinar a vivermos para a glória de Deus, ela é competente em nos mostrar os princípios nela contidos que norteiam o nosso caminhar, de maneira que sejamos seres humanos plenamente realizados. Ela nos ensina sobre quem é Deus, sobre quem é homem, sobre salvação, sobre santificação, sobre igreja, sobre o futuro.
“… útil para a repreensão…”. A Bíblia, como um espelho, nos mostra como realmente somos, como somos feios espiritualmente, como as nossas atitudes desagradam a Deus, como nossas atitudes são contrárias a vontade de Deus, com não ninguém que faça o bem, como não ninguém que busque a Deus, e como todos nos carecemos da glória de Deus.
“… útil para a correção…”. A Palavra de Deus, a Bíblia, não apenas nos mostra o erro, mas nos mostra como o comportamento pode ser corrigido.
“… útil para instruir em justiça…” A Palavra de Deus, a Bíblia, nos dá todo tipo de instrução para vivermos uma vida piedosa, uma vida que agrada a Deus, ela nos equipa para vivermos uma vida frutífera, pois nós somos salvos não por causa das boas obras, mas para praticar as boas obras (Efésios 2.8-10).
A Bíblia é inerrante, ela é livre de erro em tudo o que afirma; a Bíblia é infalível, ela cumpre o propósito para o qual Deus a enviou; A Bíblia é suficiente, ela contém todas as informações necessárias para a nossas vidas; a Bíblia é tem autoridade, ela exerce o direito de prescrever crenças e ações, ela é a nossa regra de fé e prática.
 
Existem tantas passagens bíblicas que nos informam sobre a importância de estudar a Bíblia que se considerasse todas elas nesse texto ele ficaria grande demais, por isso vou terminar por aqui, mas reforçando para você que se você foi tocado por Deus, se você ama Deus, você amará a Palavra dEle, a Bíblia, e vai querer se aproximar desse texto cada dia mais, pois a Palavra de Deus é vida para nós, é refrigério, é mapa, é consolo, é orientação para vivermos no centro da vontade de Deus agradando aquele que deu a sua vida por nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *