SÊ TU UMA BENÇÃO

Somente Deus pode fazer uma pessoa grande. Alguns homens tentaram fazer isso ao longo da história, mas tiveram os seus planos frustrados, pois a verdadeira grandeza, aquela que glorifica a Deus e abençoa o próximo, só pode vir de Deus. Os homens tentaram fazer o seu nome grande ao construírem a Torre de Babel, eles queriam dar notoriedade ao nome deles em toda terra, mas tiveram os seus planos frustrados com a confusão das línguas, pois só Deus pode engrandecer o homem, só Deus pode fazer o nome de alguém grande e, toda vez que ele faz isso, ele faz com o propósito de ser glorificado e de que outras pessoas sejam abençoadas através daquele a quem ele faz ter o nome grande, através daquele que recebe a benção.

CONTINUE LENDO >>>

O QUE É AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO?

“Ele respondeu: Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento e Ame o seu próximo como a si mesmo”. (Lucas 10.27)
Nós vivemos em uma época onde os valores estão invertidos, vivemos em uma época onde o que é certo está, constantemente, sendo subvertido em nome do prazer, em nome da autoestima. Buscar o prazer, buscar a própria felicidade, está acima de todas as outras coisas, este é o quadro da nossa sociedade, até mesmo de muitos que professam o cristianismo. E como o espirito de nossa época está na contra mão de Deus e na mão do mundo, o maior pecado não é mais o fracasso em honrar e agradecer a Deus, mas o fracasso em amar a Si mesmo. Rebaixar a Si mesmo, não rebaixar a Deus, é o mal. E o grito de libertação não é: ‘Miserável homem que sou, quem me libertará? ’ mas: ‘Grande homem que sou, gostaria de ver isso melhor’!” (PIPER, 2003, pág. 173).  

CONTINUE LENDO >>>

OS CINCO SOLAS DA REFORMA PROTESTANTE – SOLI DEO GLÓRIA

 

Você sabe qual é a maior finalidade da existência humana? Você já meditou sobre o porquê de você ter nascido? Qual o sentido da tua vida?
Em 1º de Julho de 1646 um grupo de 121 teólogos se reuniram na Abadia de Westminster, em Londres, para definirem a doutrina da igreja em contrataste ao arminianismo. Como resultado desses encontros surgiu à composição de três documentos que mostrava o que esses teólogos criam a respeito daquilo que a Bíblia ensina nas mais diversas questões. Os documentos que surgiram desses encontros foram a Confissão de Fé de Westminster, o Catecismo Maior de Westminster e o Catecismo Menor de Westminster. A resposta para a primeira pergunta do Breve Catecismo de Westminster mostra-nos claramente, com amplo amparo bíblico, o propósito do ser humano. O Breve Catecismo de Westminster em sua primeira questão diz: Qual é o fim principal do homem? Em outras palavras, Por que o ser humano existe? Qual é o propósito principal do ser humano? Para que eu nasci? Qual é a razão da existência humana? E a resposta para esta questão é: O fim principal do homem é glorificar a Deus, e gozá-lo para sempre.

CONTINUE LENDO >>>