O QUE É FÉ? – OS MODELOS DE FÉ DO ANTIGO TESTAMENTO NA CARTA AOS HEBREUS – PARTE 2 – Uma Descrição da Fé

.Estamos explorando o tema fé conforme a Bíblia, pois esse é um tema muito importante para cada ser humano, pois tem implicações para nossa vida aqui nesta era e para a nossa existência no futuro pós-túmulo, ou seja, na eternidade ou como a Bíblia chama: na próxima era. Começamos no artigo anterior fazendo uma descrição da fé a partir de Hebreus 11.1-2. Naquele estudo vimos que Hebreus 11.1-2 não é uma definição completa daquilo que a Bíblia chama de fé, entretanto, nós trabalhamos duas descrições importantes que o autor de Hebreus faz referente à Fé. Na primeira descrição vimos que a fé é a hypostasis daquilo que esperamos, ou seja, é uma antecipação daquilo que receberemos nos céus, é uma garantia de que receberemos o restante, é um documento que comprova que receberemos o restante das promessas de Deus, não é a promessa em si, mas garantia de que receberemos ela, portanto uma certeza. Vimos também que a fé é elenchos daquilo que não vemos, ou seja, é a prova, é a demonstração, é uma evidencia de que receberemos todas as promessas de Deus para nós em Cristo Jesus, a própria fé é uma evidência das coisas que não vemos. Essa fé possibilita-nos viver a vida dos céus aqui na terra, pois parafraseando C. S. Lewis, se pensamos no outro mundo, somos eficazes nesse mundo, pois a fé possibilita ajustarmos as nossas vidas em função das grandiosas e graciosas promessas de Deus para nós em Cristo Jesus.

Agora, dando continuidade ao nosso estudo sobre “o que é fé?”, prosseguiremos com o versículo três do décimo primeiro capitulo de Hebreus.

Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê não foi feito do que é visível. (Hebreus 11.3)

De acordo com os astrônomos existem mais de 100 bilhões de galáxias com mais de 10 sextrilhões de estrelas (10 000 000 000 000 000 000 000). E Deus conhece todas as estrelas pelo nome. “Ergam os olhos e olhem para as alturas. Quem criou tudo isso? Aquele que põe em marcha cada estrela do seu exército celestial, e a todas chama pelo nome. Tão grande é o seu poder e tão imensa a sua força, que nenhuma delas deixa de comparecer!” Isaias 40.26 Embora exista esse absurdo de estrelas nos espaço, Deus conhece cada uma e chama cada uma pelo nome, pois ele foi quem as criou. O nosso universo é grandioso demais, o próprio planeta Terra, tem zilhões de mistérios ainda para ser resolvidos, a nossa galáxia também está em volta de mistérios a serem descobertos ou não. Apenas para ter um breve vislumbro da grandiosidade do universo, pensemos um pouco sobre A Terra, O Sol e a Lua, A Água, O Ar. A TERRA • A terra é formada por: 98% de oxigênio, enxofre, silício, magnésio e níquel. Os outros 2% são composições de aproximadamente 100 outros elementos. Tudo isso ajustado de maneira que possibilite a vida neste planeta. • Em todos os nichos da terra são encontrados algum tipo de vida, mesmo nos lugares mais inóspitos podemos constatar que há vida, pode ser o lugar mais quente ou lugar mais frio, pode ser no mais profundo oceano, ou na mais alta montanha. • A Terra gira em torno do Sol a 107.600 quilômetros por hora, se está distancia fosse percorrida em menos tempo não haveria possibilidade de vida neste Planeta. • Se a Terra girasse em torno do seu próprio eixo mais devagar, toda a vida morreria na hora, pois as noites seriam muito frias e congelaria tudo, ou por calor que seria muito durante o dia impossibilitando a existência de vida neste Planeta. O SOL E A LUA • Se não houvesse o Sol a vida nesse planeta não existiria. • A luz do Sol é essencial para a existência de quase todos os seres vivos do planeta Terra. • A energia do Sol é responsável pelo movimento dos Oceanos, pela formação dos ventos, pelo ciclo da Água etc… • Se a Lua estivesse mais próximo da Terra as Marés seriam enormes e provocaria erosões nas montanhas. • Se não houvesse Lua o Planeta Terra giraria mais rápido, os dias não durariam quase nada. Haveria tempestades frequentes e devastadoras. A ÁGUA • 70% do Planeta que chamamos de Terra é composto de Água e se fosse diferente disso não haveria vida nesse Planeta. • A Água absorve grande quantidade de calor e muito rápido, dez vezes mais rápido que o metal. Durante o dia os mares absorvem uma grande parte do calor possibilitando que a Terra permaneça fria, já durante a noite os mares que absorvera grande parte do calor durante o dia, desprendem uma grande quantidade de calor impedindo a superfície de ficar muito fria. • Se não fosse a grande quantidade Água em nosso Planeta as temperaturas durante o dia e a noite oscilaria muito impossibilitando a vida na Terra. • Nenhum ser vivo viveria sem água na Terra. O AR • Sem Ar, sem vida, pois ele é essencial para a existência de todo ser vivo. • “O ar constitui um elemento indispensável à vida: conseguimos viver 5 semanas sem comer, 5 dias sem água, mas não podemos viver sequer 5 minutos sem ar”. • Só podemos falar por causa do Ar, pois os sons são formados pelo contato do Ar com as pregas vocais.
Esses foram pequenos resumos do nosso grandioso Universo, principalmente o que concerne a vida em nosso Planeta. Esse Universo gigantesco, perfeito em suas formas, tamanho e distancias, onde todas as coisas estão exatamente no lugar exato, na distancia exata uma das outras, possibilitando assim a vida aqui, é obra de um Deus grandioso, sábio, o Deus criador, portanto, voltemos ao versículo que estamos estudando, pois ele diz:

Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê não foi feito do que é visível. (Hebreus 11.3)

A concepção de que esse Universo veio a existir pela Palavra de Deus é algo que só pode ser feito pela fé. Tudo está em seu perfeito lugar, pois Deus criou o Planeta Terra para ser habitado, diferente dos outros Planetas que conhecemos, que não há a possibilidade de vida. “Porque assim diz o Senhor que tem criado os céus, o Deus que formou a terra, e a fez; ele a confirmou, não a criou vazia, mas a formou para que fosse habitada…” Isaias 45.18 Pela fé entendemos que o Universo foi formado pela Palavra de Deus. Por que é pela fé que entendemos que a formação do Universo foi pela Palavra de Deus? Porque Deus (Pai, Filho e Espírito) era o único que estava ali no momento da criação (Gênesis 1.1). O próprio relato de que tudo o que vemos veio por intermédio do ato criador de Deus, foi porque Ele providenciou que o relato daquilo que ele fez, ou seja, a criação do Universo, chegasse até nós por revelação especial – a Bíblia, através dos homens inspirados pelo Espírito Santo, que foram os transmissores da ações, promessas e vontade de Deus para nós, trazendo informações que foi presenciado apenas pela Santíssima Trindade. Deus nos conta como aconteceu, nós em resposta ao que Ele nos contou, cremos e conhecemos aquilo que Ele fez no passado. “O conceito de um Deus preexistente que, com uma ordem [pela Palavra], deu existência a matéria está além do domínio da razão ou demonstração, é simplesmente aceito por um ato de fé”. (MCCUE apud WILLIAM MACDONAL, 2011, p. 859). A fé sempre precederá o conhecimento em questões espirituais. O mundo diz: “ver para crer”, a fé bíblica diz: “Crer para ver”, quanta diferença. A fé é a prova de coisas que não vemos (Hebreus 11.1), seja ao olhar para o passado, a criação do Universo, ou ao olhar para o futuro, o comprimento de todas as promessas de Deus que ainda não se realizaram. A fé bíblica olha para o passado e crê naquilo que Deus disse que fez, ao mesmo tempo, a fé bíblica olha para o futuro e crê que aquilo que Deus disse se cumprirá, nesse sentido a certeza daquilo que Deus fez no passado respalda a esperança daquilo que ele fará no futuro. Todo esse entendimento só é possível pela fé, pois pela fé entendemos! Pela fé entendemos que o Universo foi formado pela Palavra de Deus. Deus disse: haja luz, e houve luz (Gênesis 1.3); Deus disse e a matéria veio a existir, foi criada, do nada. Os cientistas dizem que a matéria é energia em essência, quando Deus falou houve um fluxo poderoso de energia em formas de ondas sonoras que foram transformadas em matéria e o Universo veio a existir. Quando Deus disse, imediatamente aconteceu, o visível veio do invisível, e o mundo existiu. A fala de Deus é a energia que deu origem ao Universo e o mantém. Mediante a palavra do Senhor foram feitos os céus, e os corpos celestes, pelo sopro de sua boca. (Salmos 33.6) Toda a terra tema o Senhor; tremam diante dele todos os habitantes do mundo.

Pois ele falou, e tudo se fez; ele ordenou, e tudo surgiu. (Salmos 33.8,9) Tudo ainda hoje é sustentado pela Palavra de Deus (Colossenses 1.17, Hebreus 1.3). A fé em Deus como o Criador do Universo é fundamental para viver sobre a perspectiva bíblica da realidade. O universo veio pela Palavra de Deus e é mantido pela Palavra de Deus e essa certeza é testemunho do próprio Deus Criador através da revelação por meio de homens inspirados por Seu Espírito. “A fé busca respostas nas coisas que estão além do que se pode ver” (HAWTHORNE, 2012, p.1453). O ser humano pode conhecer através dos sentidos, esse é o conhecimento obtido através dos cinco sentidos e também chamado de conhecimento sensorial; mas também o ser humano pode conhecer através da revelação Especial de Deus, ou seja, esse conhecimento é o conhecimento transmitido ao ser humano pelo Espírito Santo através das Escrituras e entendido pela fé, também é chamado de conhecimento revelatório, pois vem através da revelação especial de Deus – a Bíblia. No Reino de Deus, todo e qualquer conhecimento Espiritual não vem pela mente natural, mas por meio de revelação (as Escrituras) pela fé, é por isso que o Apostolo Paulo diz aos coríntios que a mente natural não pode (não tem capacidade) de entender as coisas de Deus (1º Coríntios 2.12); é por isso que, o autor da carta aos Hebreus, diz aqui nesse versículo 3 de Hebreus 11, que entender que a criação foi feita pela Palavra de Deus é tarefa da mente renovada, dos regenerados, de quem tem fé, pois só podem compreender estas e outras coisas espirituais pela fé.
Faz parte da fé olhar para trás e crer naquilo que Deus já fez, nesse caso eu creio elenchos se aplica tanto as coisas futuras, as promessas, quanto as coisas que Deus já fez, como a criação do nosso universo por exemplo. Essa fé é base de sustentação para tudo que Deus disse que ainda fará.

Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê não foi feito do que é visível. (Hebreus 11.3)

É importante fazermos uma distinção na segunda parte desse versículo que diz: “de modo que o que se vê não foi feito do que é visível”. Deus fez uso do processo evolutivo para produzir a criação? Não. O texto é bem claro a esse respeito, pois afirma que o se vê não foi tirado de um modelo, de algo visível. Tudo o que existe foi formado pela palavra de Deus, foi o poder da sua palavra que tornou a existência de todas as coisas possível. Deus criou o universo, do nada, ou como diz uma expressão latina: criação ex nihilo. Essa passagem contrária, claramente, aqueles que ensinam que Deus criou o Universo de uma matéria preexistente. Vários textos, em toda Bíblia, concorda com a declaração de Hebreus 11.3, cito algumas aqui para que você possa ler e meditar: Gênesis 1.1; Salmos 33.6,9; João 1.3; Colossenses 1.16.

Se você entende pela fé, como o autor de Hebreus, que o Universo foi formado pelo sopro poderoso da boca de Deus, você está no caminho certo, mas ainda faltam outros testes para verificar se a fé que você tem é a fé Bíblica e portanto verdadeira ou se a fé que você tem é a fé mundana e portanto falsa. Até a próxima e Deus te abençoe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *