ENOQUE – A FÉ QUE AGRADA A DEUS

Mais de 500 anos já haviam se passado sobre a Terra desde a queda do ser humano, quando Adão desobedeceu a Deus no Jardim do Éden e a morte entrou no mundo. Durante esse tempo, certamente muitos haviam experimentado a morte física, Abel foi um desses que a experimentou, e de forma violenta ao ser assassinado por seu irmão. Se levarmos em conta o tempo desde a queda até o dilúvio, que é de no mínimo 1500 anos, muito mais mortes entrarão nessa lista, de fato, no diluvio toda a raça humana, com exceção de Noé e sua família, experimentaram a morte física. No entanto, um personagem, dentre todos estes, escapou da morte, ele foi o primeiro homem depois da queda de Adão e Eva que não morreu, pois ele foi arrebatado e não experimentou a morte, ele foi o sétimo depois de Adão e bisavô de Noé, seu nome era Enoque. Continuar lendo

17 DE JUNHO – O ANIVERSÁRIO DA MINHA MORTE

Foi exatamente há 15 anos num Domingo de Junho que tudo aconteceu. Eu estava sem rumo, sem direção, completamente perdido e sem poder me ajudar. Naquela época o Brasil e o mundo eram bem diferentes do que é hoje, naturalmente. Naquela época, Gustavo Kuerten tinha acabado de ser tri campeão de Roland Garros na França; a seleção brasileira era tetra campeã; Jorge Amado e Cássia Eller estavam vivos; ainda não tinha acontecido o ataque terrorista as torres gêmeas nos Estados Unidos. Fatos que marcaram a história do Brasil e do Mundo, que mudaram a vida de muitas pessoas, inclusive a minha existência para sempre.
Sábado, 16 de Junho de 2001. Nos preparamos para sair, como fazíamos todos os finais de semana, só que daquela vez o meu irmão nos acompanhou. Não me recordo todos os lugares em que fomos naquele dia, acho que não fomos há muitos lugares, pois não tínhamos dinheiro, e geralmente andávamos por Santana, só por Santana, pois não tínhamos condições de ir para lugares muito longe e também estávamos desempregados, os três, fazíamos apenas trabalhos temporários – mais conhecido como “bicos”.
O Sábado já havia passado e o Domingo chegado e com ele uma nova era se iniciaria em minha vida, Continuar lendo

A INTOLERÂNCIA DA TOLERÂNCIA – Parte 1

O que é intolerância? O que é tolerância? Será que os brasileiros são um povo tolerante ou intolerante? De acordo com o dicionário Michaelis , Intolerância é a “falta de tolerância”. Já a Tolerância “é o ato ou efeito de tolerar”, por sua vez, tolerar significa “levar com paciência”, “suportar com indulgência”, “condescender com”, mas a partir daqui o dicionário Michaelis já dá outra conotação ao significado da palavra tolerar, vejamos: de acordo com o dicionário Michaelis tolerar é “Condescender com; dissimular certas coisas, sem, no entanto as consentir expressamente, uma vez que não seja lícitas”, o problema aqui fica na primeira parte que diz que tolerar é “condescender com”, o problema é que condescender é concordar, no entanto é possível o sujeito aceitar opiniões contrárias a sua sem com tudo concordar com elas. Pois entre aceitar em que posições contrarias existam e que sejam defendidas por outros e concordar com as posições contrárias como verdade igualmente válidas existe uma diferença significativa. Conforme D.A Carson afirmou “Aceitar a existência de uma posição diferente ou oposta e seu direito de existir é uma coisa, mas aceitar a posição em si significa que a pessoa não mais se opõe a ela”. (D.A. CARSON em A Intolerância da Tolerância, pág. 13) Essa tolerância pós-moderna, chamada por D.A. Carson de a nova tolerância “sugere que aceitar a posição do outro significa crer que essa posição seja verdadeira ou, pelo menos, tão verdadeira quanto sua própria. Mudamos de permitir a livre expressão de opiniões contrárias para aceitar todas as opiniões; saltamos da permissão da articulação de crenças e argumentos dos quais discordamos para a afirmação de que todas as crenças e todos os argumentos são igualmente válidos. Assim passamos da antiga para a nova tolerância”. (D.A. CARSON em A Intolerância da Tolerância, pág. 13) O outro problema fica na segunda parte, pois o que é licito? O que é ilícito? Quem é que define o que é licito e o que não é? Aquilo que é licito ou ilícito é definido por uma verdade universal ou pelo subjetivismo do individuo ou pela estrutura de plausibilidade de uma sociedade? Outros significados que o dicionário Michaelis da para a palavra tolerar é “admitir”, “dar tácito consentimento a”, “assimilar”, “digerir”, “suportar”. Continuar lendo